16 julho 2013

São 3 da madrugada...

pukingforperfection | via Tumblr
Deito em minha cama,o sono já está aqui,mas não consigo deixa-lo me tomar.Meus pensamentos estão a mil,acho que isso está me afetando.Nunca consigo fazer nada direito e cada vez mais,trago mais e mais problemas para mim,problemas antigos que estão vindo a tona agora.Eu queria pelo menos só uma vez,poder ser essas pessoas que fazem tudo de errado e quando deitam em sua cama,conseguem dormir tranquilas sabem?Conseguem dormir sossegadas,que nada está acontecendo e que elas são as vítimas.Queria tanto ser assim,mas não,eu não consigo dormir nem se eu gritar com uma criança,fico mal pelo resto da vida se duvidarem.
Impressionante como eu sempre consigo estragar tudo,afastar todos de mim,todos que me querem bem e trazer mais pra perto de mim,todos os que fazem mal.Não entendo como fui me tornar uma pessoa assim,eu era tão segura e completo,agora estou confusa como nunca estive antes,acho que nunca ninguém esteve assim antes.Cada vez fico mais sozinha e não consigo ninguém pra que eu pudesse conversar e desabafar,pois guardar tudo isso dentro de mim,fica cada dia mais difícil.Não tenho em quem confiar,no fim eu sempre acho que quando contar meus problemas a alguma pessoa,no fim ela vai estar rindo de mim,vão pensar que estou fazendo o maior drama do mundo,mas caramba,cada um tem um mundo e o que eu estou passando é o maior drama do meu mundo.Não é fácil viver sozinha,perder os pais desde pequena,crescer em um orfanato com todos te odiando e te fazendo de escrava,crescer e ter que trabalhar em um lugar que todos tem inveja do meu desempenho,pior ainda,é ter meu coração partido da pior maneira possível.Sei que muitos tem problemas piores,mas se eu consigo levar os meus até aqui onde estou,peço que continuem desse jeito,que sejam fortes,pois eu sei o quanto é duro querer ter alguém ao seu lado e todos fogem de você.Sei que o que irei fazer pode ser o pior pra mim,mas pior que essa vida que eu venho levando,deve ser impossível.
São 3 da madrugada,e não aguento mais essa vida.
© Versos de Inverno - 2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tauani Cruz Tauani Cruz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo