30 junho 2017

Estamos presos dentro de nós.

São 10:00 da manhã de uma sexta-feira qualquer e me sinto completamente tediosa e sem vontade de fazer com que esse dia seja bom. É horrível essa experiência, é horrível se sentir assim, é horrível ter uma vida inteira pela frente e não conseguir pensar no que fazer com ela.
Sonhos parecem estar apenas dentro da minha cabeça e a outra metade deles preso dentro do meu travesseiro. A sensação de se sentir impotente e não saber o que fazer com a própria vida é lamentavel, o pior de tudo, é que outros jovens assim como eu, se sentem da mesma forma.
Olhar para uma pessoa e dizer a ela o quanto é especial e tentar contribuir para que a vida dela melhore em pequenas fases, faz-nos sentir importantes. Mas e quando é conosco? Quando nem palavras bonitas e frases feitas conseguem fazer com que saimos de dentro da nossa bolha e sinta vontade de ir atrás de outras coisas?
A rotina me cansa. E como cansa. Fazer mais de um mês a mesma coisa me faz sentir presa dentro de uma coisa que eu não queria estar. Nós, jovens, queremos muito, almejamos tudo e nos cansamos facilmente quando conseguimos. Queremos sempre estar inventando e inovando,mas existem impecilhos para que isso se torne real, e nos mantemos presos, idealizando, sonhando, ao invés de fazer com que apenas uma atitude, nosso dia seja bom.
É como naquela música do Charlie Brown Jr: "alguém te perguntou como é que foi seu dia? Uma noticia boa, uma palavra amiga, isso faz falta no dia-a-dia". Então tentemos, aos poucos que conseguimos, ser o ombro amigo, dar uma noticia boa, quem sabe até fazer uma pessoa dar um sorriso ou dois? Pequenos gestos mudam a vida de alguém, e também irá mudar a sua. Ser bondoso e criar coragem para viver a sua vida da maneira como você deseja, é o ato mais revolucionário que você fará hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Versos de Inverno - 2017. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tauani Cruz Tauani Cruz.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo